Laqueadura Grátis Pelo SUS – Veja Como Funciona a Cirurgia

Publicidade

Neste artigo, nós vamos falar sobre a laqueadura grátis pelo SUS! Para as pessoas que pretendem fazer um controle familiar.

Dessa forma. Evitar uma gestação indesejada você pode optar por fazer ela que adora pelo sus como forma contraceptiva. Logo que esta é uma cirurgia muito realizada no país e pode ser feita de forma gratuita pelo sistema público.

Publicidade

Sendo uma cirurgia feminina que impede que a mulher tem uma gestação a lei está prevista no art. N° 9.263/96 referente ao planejamento familiar.

No entanto. Por se tratar de uma cirurgia delicada. E que não é reversível para realizar a laqueadura pelo sus é preciso conhecer muito sobre o assunto. Além disso. Entender o passo a passo deste processo.

O que é a laqueadura grátis pelo SUS

A laqueadura é feito através de uma cirurgia de esterilização irreversível para mulheres que não querem engravidar seja parece que já tem filhos. Ou para quem nunca engravidou.

Publicidade

Ou seja. O procedimento é feito para o fechamento das tubas uterinas de forma que impeça o óvulo de descer enquanto evita que o espermatozoide suba.

Dessa forma. O tempo de cirurgia vai de acordo com o médico mais tende a demorar aproximadamente 40 minutos. E pode ser realizada por abertura da cavidade abdominal. Ou laparoscopia.

Quem pode fazer a cirurgia

Para que a mulher realize esta cirurgia e seja operada pelo sistema único de saúde sus ela deve se cumprir com ao menos 2 pré-requisitos essenciais.

Publicidade

Ou seja. Primeiro é ter mais de 25 anos ou ter dois filhos vivos. Muito parecido com a vasectomia.

Dessa forma. Isso acontece pois a justiça entendi que dessa forma o número de mulheres arrependidas com o procedimento pode diminuir bastante.

Portanto. Mulheres menores de 25 anos e sem filhos não consegue a liberação para isso exceto em casos extraordinários.

Publicidade

Quais Documentos necessários para fazer uma laqueadura pelo SUS.

Existe uma série de documentos que deve ser reunidos para que a mulher conseguiu fazer a laqueadura pelo SUS.

O principal deles é que caso a mulher seja casada preciso de uma autorização do cônjuge para que tal procedimento seja realizado. Além disso. Precisa ser reconhecido em cartório.

Dessa forma. Acontece que entende que por ser um procedimento definitivo. E quase sempre irreversível o consenso entre o casal para tal decisão é muito importante.

Entretanto. Se a mulher for solteira ou viúva ela só precisa ter uma testemunha alegando a sua real vontade para se submeter a tal procedimento além do seu cartão do SUS!

Lei da cirurgia através do SUS

Como já foi mencionado existe uma lei que determina planejamento familiar como um direito de toda mulher. E de todo homem. Dessa forma. Logo que realizar a laqueadura pelo SUS é possível entretanto demanda algumas burocracias.

Então antes de ser encaminhada para uma cirurgia a mulher precisa participar de um grupo de planejamento familiar. Ou seja. Onde ela é alertada sobre outras possibilidades.

Portanto. Como métodos contraceptivos que podem também evitar uma gestação indesejável. Além disso. Ela também passa por atendimento psicológico. Para que. Dessa forma. Entenda, se esse é o real desejo da mulher.

Ou seja. É algo passageiro onde ela também passa por um período de reflexão que determina se é realmente seu desejo.

Ou seja. Caso a mulher passa por todos esses procedimentos. E consiga após isso o agendamento é realizado para fazer a cirurgia.

Entretanto. O tempo de espera pode variar bastante de acordo com a demanda da unidade do sus da sua cidade.

Laqueadura Grátis Pelo SUS — Conclusão:

Em conclusão você consegue realizar a laqueadura grátis pelo SUS! Através de algumas exigências entretanto nada muito dificultoso. Portanto. Se esse é realmente seu desejo procure uma unidade de Saúde mais próxima sua casa.

E veja se você se enquadra nos requisitos para realização de tal procedimento. Ou seja. Vale ressaltar a certeza pois pode ser um procedimento irreversível.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *